quinta-feira, 6 de agosto de 2009


Enche a taça do meu coração
Com tua benevolência
Dai-me um sufoco de um beijo
Que transborde alegria
Das janelas de minha alma gentil
Que teu sorriso ilumine
Com a calma de uma manhã de inverno
Meu jardim de pensamentos
E que eu possa colher com o teu canto
A paz que desejo
Que teu cheiro de rosa de botão
Inunde meu corpo
E a seiva de tua vida
Espalhe-se pela minha
Por longas primaveras.

Guálter Alencar

3 comentários:

Paula Pires disse...

POr longas primaveras!
BjO
^^

Miss Buckland disse...

Simplesmente perfeito *-*

Neire Costa disse...

Melhor que o Klimt..só a poesia...